SALVE A SENHORA DOS RIOS

 
O som das ondas traz-me a tua voz,
Na sua espuma surge a fresca Rosa
E o seu perfume eleva-se ao eterno céu,
Dispersando-se e envolvendo-me o coração.Explode em mim uma sede
Que só as tuas vagas podem saciar
Senhora dos Rios, que correm para o mar,
Tu és a Água em que renasço.

No voo do pássaro da manhã
Voas tu nas suas asas ardentes,
Com o fogo da sarsa viva, que não se consome,
Mas que queima o sangue apaixonado fluindo nos corpos.

Fazes a máquina humana amar
E funcionar como mecanismo de relógio,
Onde há exatidão e certeza,
Minuto após minuto, infinitamente…

Assim na primeira estrela da noite
Brilhas resplandecente, fazendo arder o céu e a escuridão.

Guardas em ti os segredos dos Deuses do Olimpo,
Que revelas pouco a pouco ao escolhido mortal.

E essa voz, que me envias nas gotas do teu mar,
Dá-me nas mãos, de areia, o cálice da tua alma, a beber,
Cheio da fonte infinita do néctar das rosas,
Onde imaculada te vejo surgir.

Engole-me nas tuas ondas!
Eu me entrego a ti Senhora dos Rios.
Leva-me até aos mares que jorram de ti
E esconde-me no Horizonte!

Eleva-me contigo pela escada do etéreo,
Para sermos uma nova criação.
Nossas mãos, de universo, unidas para sempre
Num infinito e único ser.

 

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: